Quem Somos

Áreas Livres de Transgênicos é uma iniciativa de diversas entidades ambientais visando promover a conscientização dos impactos do uso dos organismos geneticamente modificados na alimentação, na saúde, no meio ambiental, social e ético.

Por meio da autodeclaração, listas positivas de estabelecimentos conscientes, pesquisas, campanhas, legislações restritivas com o objetivo de mobilizar a sociedade em busca da elaboração e aplicação de políticas públicas que protejam a biodiversidade e a saúde humana de acordo os artigos 225 e 23 da constituição federal. LEIA MAIS

O que são transgênicos?

Segundo Koechlin, (2003) A engenharia genética é uma tecnologia moderna que envolve manipulação de genes. Os cientistas podem transferir genes de uma espécie para outra, sendo, muitas vezes, essas espécies não relacionadas entre si.

Foi introduzido em 1973. Biotecnologia (cultura de tecidos, teste de paternidade, etc) é um termo bem mais geral e não é sinônimo de transgenia.

Todos os transgênicos são OGM mas nem todo OGM é transgênico. É possível modificar o genoma sem inserir um gene de outra espécie e este será um OGM e não um transgênico. OGM e transgênico não são sinônimos são produtos de cruzamentos que jamais aconteceriam na natureza, como, por exemplo, arroz com uma parte da bactéria. LEIA MAIS